Infinite Menus, Copyright 2006, OpenCube Inc. All Right
 

 

 
Artur Pinho

Nasceu em Ossela, Oliveira de Azeméis.
Iniciou os estudos musicais no Conservatório de Música de Aveiro, onde concluiu o curso de Formação Musical, em 1992.
Frequentou cursos de Direcção Coral em Portugal e Espanha, desde 1989, onde trabalhou com Anton de Beer, Edgar Saramago, John Ross, Vianey da Cruz, Josep Prats e José Luís Borges Coelho.
Em 1993, em regime de curso livre, estuda Direcção de Orquestra, na Escola Metropolitana de Lisboa, sob a orientação de Jean-Marc Burfin.
Em 1999, concluiu o curso de prática coral na Escola Profissional de Música do Porto.
Em 2002, frequentou o curso de direcção da Orquestra Filarmonia das Beiras, com o maestro Vasco Pearce de Azevedo.
Actualmente, estuda Direcção de Orquestra com o Maestro Manuel Ivo Cruz e Direcção Coral com o Maestro Mário Mateus.
Em 1994, participa na reactivação do Orfeão Universitário de Aveiro, nele desempenhando as funções de director artístico desde então. Em 2002, gravam a obra "Magnificat" de A. Vivaldi.

 De 1997 a 1999, dirige o Coro Misto da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro.
Foi maestro assistente de Beat Furrer, em 2001, nas jornadas da Nova Música de Aveiro.
Em 2003, dirigiu como maestro convidado a Orquestra de Câmara de Coimbra, a orquestra e coro da Fundação Conservatório Superior de Música de Gaia e a orquestra da Escola Profissional de Música de Mirandela.
Em 2004, dirigiu a Orquestra Filarmonia das Beiras.
Ministra cursos de Direcção Coral em Portugal e Espanha.
É director artístico da "Tactus Emsemble" e assume a regência de vários coros do distrito de Aveiro.
Foi, desde Dezembro de 1999, maestro e director artístico do Orfeon Académico de Coimbra, até ao final de 2005.